Meios de cultura para detecção microbiana

Fácil – Rápido – Seguro

O seu especialista em meios de cultura inovadores na indústria de bebidas

Sob a marca Döhler Microsafety Design (DMD®), nós oferecemos meios para a detecção microbiana para praticamente todos os segmentos da indústria de bebidas e cervejeira. Os meios de cultura prontos para usar abrange uma grande variedade de aplicações e permitem a detecção de diversos micro-organismos.

Os meios de cultura DMD® se estabeleceram na indústria de bebidas há mais de 30 anos e são recomendados por ministérios e institutos, estando também listados em padrões de entidades de padronização.

Em estreita colaboração com universidades internacionais de renome, institutos estatais e laboratórios dedicados ao controle de qualidade, mantemos o nosso portfólio em constante evolução.

Os meios de cultura DMD® lhe oferecem as seguintes vantagens:

  • Pronto para usar
  • Facilidade de aplicação e avaliação
  • Detecção mais rápida, segura e confiável
  • Economia
  • Qualidade de funcionalidade comprovada
  • Disponibilidade global

Aplicações

Contagem total de bactérias de diferentes tipos na água com o ágar nutriente conforme DEV

Ao realizar a contagem total de bactérias em amostras de água, é possível detectar todos os micro-organismos presentes em uma amostra. O ágar nutriente conforme DEV permite a análise quantitativa de inúmeros tipos de água, como:

  • Água potável
  • Água de nascente
  • Água de mesa e mineral
  • Água de poços
  • Água de lavagem

De acordo com a regulamentação alemã relativa a água potável, são permitidos valores limite de 100 UFC ("Unidades de formação de colônias") por mililitro para a água potável de poços transportada em tubulações e de 1000 UFC/ml para água potável temporariamente armazenada em depósitos.

O ágar nutriente conforme DEV (Método alemão de padronização para análise de água, águas residuais e lamas) pronto para usar é um ágar completo padronizado para esta análise.

Detecção de micro-organismos indicadores – E.coli e bactérias coliformes em diferentes tipos de água com o caldo LMC

A detecção de micro-organismos indicadores, como, por ex., E.coli e bactérias coliformes, em amostras de água indica a contaminação fecal e, consequentemente, a qualidade da água. A análise qualitativa com LMC permite detectar E.coli e bactérias coliformes em diversos tipos de água, como:

  • Água potável
  • Água de nascente
  • Água de mesa e mineral
  • Água de poços
  • Água de lavagem

A regulamentação alemã relativa a água potável determina que E.coli e bactérias coliformes não podem estar presentes na água.

O LMC é um calco concentrado pronto para usar. Basta adicionar a amostra de água à garrafa: após a incubação, a mudança de cor do indicador fornece uma detecção qualitativa direta.

Detecção de micro-organismos prejudiciais para a cerveja com o meio de cultura NBB®

A detecção confiável e rápida de micro-organismos prejudiciais para a cerveja, como lactobacilos, Pectinatus e Megasphaera em todas as amostras recolhidas é uma das tarefas mais importantes no controle de qualidade da sua cervejaria. As contaminações com micro-organismos prejudiciais para a cerveja podem representar, além de perdas a nível econômico, também elevadas despesas de limpeza, eliminação e possíveis ações de recolha dos seus produtos. Os possíveis danos à reputação e a perda da confiança do comprador podem ter efeitos negativos permanentes. Assim, os seguintes pontos são decisivos na seleção do meio de cultura mais adequado:

  • Detecção inequívoca e rápida
  • Um resultado confiável, mesmo com níveis reduzidos de contaminação em um grande volume de amostras
  • Fácil manuseamento para um trabalho eficiente em laboratório

Há mais de 30 anos que os meios de cultura NBB® prontos para usar oferecem estas vantagens para todas as amostras recolhidas na cervejaria.

São adequados para a detecção em:

  • Amostras de levedura
  • Cervejas não filtradas, contendo levedura
  • Cervejas filtradas
  • Água e água para lavagem
  • Amostras de bactérias presentes no ar
  • Amostras de esfregaços para o monitoramento da higiene

Os meios de cultura NBB® são oferecidos na forma de ágar, caldo ou caldo concentrado prontos para usar ou em formato de pó.

Detecção de diversos micro-organismos prejudiciais para o vinho

A detecção confiável e rápida de micro-organismos prejudiciais para o vinho, como bactérias do ácido láctico, bactérias do ácido acético e leveduras prejudiciais, é uma das tarefas mais importantes no controle de qualidade da sua adega de vinhos e espumantes. As contaminações com micro-organismos prejudiciais para o vinho podem representar, além de perdas a nível econômico, também elevadas despesas de limpeza, eliminação e possíveis ações de recolha dos seus produtos. Os possíveis danos à reputação e a perda da confiança do comprador podem ter efeitos negativos permanentes.

Assim, os seguintes pontos são decisivos na seleção do meio de cultura mais adequado:

  • Detecção inequívoca e rápida
  • Um resultado confiável, mesmo com níveis reduzidos de contaminação em um grande volume de amostras
  • Fácil manuseamento para um trabalho eficiente em laboratório

Oferecemos a você o método de detecção adequado para cada material de amostra:

Material de amostraProdutoCondiçãoMicro-organismos detectáveis
Vinho novoCaldo concentrado NBB-CAnaeróbicaBactérias do ácido láctico
AeróbiaBactérias do ácido acético e levedura que forma película
VinhoÁgar NBB-AAnaeróbicaBactérias do ácido láctico
Água de lavagemÁgar OFSAeróbiaBactérias do ácido acético e levedura que forma película
Mixes de vinhoSistema TransFastAeróbiaBactérias do ácido láctico, bactérias do ácido acético e levedura que forma película

Detecção de micro-organismos prejudiciais para o suco (Alicyclobacilli) e detecção enzimática de Alicyclobacilli causadores de aromas anormais com meios de cultura BAT e kit de detecção de guaiacol

Os Alicyclobacilli são bactérias que formam esporos aeróbios acidófilos e termófilos que existem naturalmente no solo. Eles entram no processo de produção através de esporos na superfície da fruta que cai da árvore e entra em contato com o solo ou com pó. Visto que os esporos sobrevivem ao processo de pasteurização e podem continuar a crescer em fase vegetativa sob condições ideais, estes aumentam o risco para a sua bebida à base de suco. Você pode detectar de forma rápida e segura as espécies de Alicyclobacillus formadoras de guaiacol e, consequentemente, na origem de aromas anormais, utilizando o nosso kit de detecção de guaiacol. Visto que mesmo pequenas quantidades de bactérias provocam a deterioração de um produto, uma tolerância zero é exigida nas especificações internas da indústria de bebidas.

A detecção de Alicyclobacilli com meios de cultura BAT e o kit de detecção de guaiacol pode ser efetuada em bebidas à base de suco, como, por ex., com pH < 4,5

  • Sucos de fruta envasados a quente ou a frio
  • Concentrados de suco de fruta
  • Matérias-primas
  • Açúcar

Os meios de cultura BAT prontos para usar e a detecção enzimática simples com o kit de detecção de guaiacol estão de acordo com o Método N.º 12 da IFU (Federação Internacional de Produtores de Suco de Fruta) "Método de detecção de Alicyclobacillus na origem da contaminação de sucos de frutas"

Detecção de micro-organismos prejudiciais para bebidas não alcoólicas, como bactérias do ácido láctico e do ácido acético, leveduras e fungos, utilizando o sistema ou o caldo SSL e ágar OFS

A detecção rápida e confiável de bactérias, leveduras e fundos em bebidas não alcoólicas representa um grande desafio para a indústria de bebidas. Uma vez que os refrigerantes com elevado teor de açúcar e reduzidos níveis de carbonatação são particularmente vulneráveis, é fundamental detectar os menores vestígios de contaminação o mais cedo possível. Meios de cultura seletivos que permitem a detecção de micro-organismos com uma amplitude de pH de < 4,4 ± 0,1 são assim particularmente importantes no controle de qualidade.

As seguintes amostras são adequadas para a detecção qualitativa com o sistema TransFast® ou caldo SSL Bouillon e para a detecção quantitativa com ágar OFS:

  • Bebidas não alcoólicas com pH < 4,4 ± 0,1
  • Bebidas de cerveja, vinho e leite
  • Concentrados de suco de fruta
  • Bases para bebidas
  • Bebidas em pó e extratos de bebidas
  • Açúcar e outras matérias-primas
  • Água de lavagem

Os meios de cultura TransFast® prontos para usar, incluindo a TransFast® Incubation Lightbox, oferecem um sistema de detecção qualitativa simples.

Você pode utilizar o caldo SSL pronto para usar para a detecção qualitativa ou como pré-enriquecimento para o ágar OFS.

O ágar OFS permite a detecção quantitativa de micro-organismos prejudiciais para bebidas não alcoólicas em amostras filtráveis, determinando com precisão a contagem de bactérias.

Detecção de micro-organismos de biofilmes na indústria de bebidas utilizando o caldo NBB®-B-Am

Os biofilmes são acumulações de diversos micro-organismos em superfícies vivas e não vivas. Biofilmes persistentes na produção de bebidas indicam falhas ao nível da higiene e um elevado risco de contaminação secundária dos seus produtos finais. As análises de vulnerabilidades e tendências na sua cervejaria ou produção de bebidas são, por isso, parte integrante fundamental de um programa de controle de qualidade biológica eficaz.

O NBB®-B-Am permite o monitoramento das vulnerabilidades na sua produção através da utilização fácil de amostras de esfregaços. Os esfregaços com zaragatoa esterilizada são obtidos em pontos críticos do sistema de envase e incubados diretamente no caldo NBB®-B-Am pronto para usar. A avaliação visual é fácil e segura, graças a um indicador que muda de cor.

Detecção de micro-organismos do monitoramento do ar passiva e ativa em cervejarias com ágar NBB®

As propriedades microbiológicas do ar ambiente em instalações de produção estão sujeitas a exigências muito especiais, sobretudo nas áreas sensíveis do ponto de vista da higiene na sua cervejaria.

Condições com a menor contaminação possível são particularmente importantes em áreas como o envase e a embalagem, indicando o risco de uma contaminação secundária dos produtos finais.

Por isso, no âmbito do monitoramento higiénico da cervejaria, você deve também monitorar o ar, de forma ativa ou passiva com sistemas de amostragem de ar. No monitoramento passivo do ar, é vertido ágar NBB® pronto para usar nas placas de sedimentação e estas são posicionadas em pontos críticos da cervejaria. Após a incubação das placas, é realizada a contagem das bactérias.

No caso do monitoramento ativo do ar, placas de Petri de 50 mm ou 90 mm são preenchidas com ágar NBB® e posicionadas em um sistema de amostragem de ar. Estes sistemas permitem a passagem ativa de um determinado volume de ar sobre as superfícies de placas de Petri com ágar NBB®, dentro de um intervalo de tempo definido. Após a incubação das placas, é possível realizar a contagem das bactérias.

Detecção de micro-organismos na validação de sistemas de envase asséptico com AVM - o meio Linden Grain da Döhler

Na produção de bebidas com baixo teor ácido, o processo de envase e o própria sistema de envase podem ser uma fonte de contaminação com micro-organismos prejudiciais para as bebidas. As contaminações podem representar, além de perdas a nível econômico, também elevadas despesas de limpeza, eliminação e possíveis ações de recolha dos seus produtos. Os possíveis danos à reputação e a perda da confiança do comprador podem ter efeitos negativos permanentes.

Para evitar esses problemas, o processo de envase em sistemas assépticos deve ser verificado e validado durante a colocação em funcionamento ou no caso de alterações relevantes, por ex., no caso de manutenção ou assistência.

Além disso, recomendamos uma revalidação anual, mesmo no caso de procedimentos de envase inalterados, de forma a detectar logo no início potenciais contaminações. A validação deve ser realizada com produtos padronizados e de qualidade padronizada, de forma a garantir que os resultados sejam comparáveis e reprodutíveis.

AVM® – Aseptic Validation Medium (Meio de validação asséptica) – é o nome da marca registrada do meio Linden Grain Medium da Döhler.

Esse meio permite a detecção padronizada de bactérias prejudiciais para as bebidas, leveduras ou fungos durante a validação de sistemas de envase asséptico para bebidas com um valor pH entre 4,0 e 6,5, como, por ex., refrigerantes, sucos, mas também produtos lácteos.

O AVM® pode ser utilizado como meio de cultura padronizado para:

  • A validação de sistemas de envase asséptico
  • A revalidação regular
  • A validação após trabalhos de manutenção ou assistência no sistema
  • Testes de desempenho para verificar o funcionamento de componentes individuais do dispositivo

O AVM® é oferecido como meio líquido Linden Grain pronto para usar, em caminhão-tanque, na forma de concentrado líquido multiplicado por 5 em um contêiner ou em pó facilmente solúvel em baldes de plástico de 20 kg.

D|SPACE provides you with exclusive information, trends and innovations from the food and beverage industry. A free registration is required to access and use it.